Candidatos tiveram acessos antecipado à prova da OAB/2009. Leia e opine


Polícia aponta que 152 tiveram acesso antecipado à prova da OAB

Publicidade
DE SÃO PAULO

Investigações da Polícia Federal concluíram que 152 candidatos tiveram acesso antecipado às respostas de três exames da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de 2009. Durante a apuração, foi descoberto ainda que 1.076 pessoas copiaram as respostas uns dos outros durante a aplicação do exame.

De acordo com a PF, 19 candidatos fraudaram o exame 2009.1, aplicado no dia 17 de maio de 2009; 76 fraudaram o exame 2009.2, aplicado em 13 de setembro de 2009; e 57 candidatos fraudaram o exame 2009.3, aplicado em 17 de janeiro de 2010.

O desvio das provas foi provocado por uma organização criminosa que teria sido responsável ainda por fraudes nos concursos de agente de PF de 2004, de delegado de PF de 2004, de agente e escrivão de PF em 2001, de auditor-fiscal da Receita Federal de 1994, de agente e oficial de inteligência da ABIN de 2008 e de analista e técnico administrativo da ANAC de 2009.

Durante toda a Operação Tormenta, que investigou as fraudes, foram expedidos 33 mandados de busca e apreensão, 25 mandados de prisão temporária e 44 mandados de prisão preventiva. Segundo a PF, até o momento, foram indiciadas 282 pessoas, além de 62 servidores afastados ou impedidos de tomar posse e do confisco de bens de 18 pessoas.

Segundo a polícia, os criminosos estão respondendo por vários crimes, como formação de quadrilha, estelionato qualificado, receptação, corrupção ativa e passiva, dentre outros.

Dentre as pessoas que "colaram" nos exames da Ordem, a PF aponta que 190 casos ocorreram no exame 2009.1, 527 no exame 2009.2 e 359 no exame 2009.3. Tais candidatos não tinham ligação com a organização criminosa, mas foram apontados pelos peritos como fraudadores.

Em 2010, uma suspeita de vazamento do gabarito fez com que a OAB anulasse a segunda fase do exame nacional. A tentativa de fraude ocorreu em Osasco (na Grande São Paulo), onde um candidato foi flagrado com as respostas de cinco questões da prova, antes mesmo da distribuição dos formulários do exame. 

Fonte: Folha de São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Camilo Barbosa

Professor universitário: Formação e carreira na docência
  • 1. Formação

    Graduado em Direito pela pela Universidade de Rio Verde (UniRV)

  • 2. Especialização

    Especialista em Direito Processual: Civil, Penal e do Trabalho pela Universidade de Rio Verde (UniRV)

  • 3. Coordenação

    Foi Coordenador do Curso de Direito do Instituto de Ensino Superior de Rio Verde - IESRIVER (Faculdade Objetivo)

  • 4. Docência

    Atualmente é Professor no Curso de Direito da Faculdade Almeida Rodrigues (FAR) e responsável pela divulgação dos cursos da Instituição de Ensino. Foi professor no curso de Direito da IESRIVER (Faculdade Objetivo) durante 15 (quinze) anos (2002/2017) e também professor na Faculdade Quirinópolis (FAQUI).

    800

    mais de 800 acadêmicos

    50

    Publicações, Congressos e eventos jurídicos

    324

    Orientações

    18

    Organizações de eventos e professor convidado

    Siga-me nas redes sociais

    Me envie sua mensagem

    Ou use os meios abaixo para entrar em contato

    • Rua Quinca Honório Leão, nº 1030 Setor Morada do Sol, CEP 75909-030 | Rio Verde, Goiás
    • +55 64 98105-4555
    • camilobarbosavieira@gmail.com
    • http://www.professorcamilobarbosa.com.br/

    Pages