OBJETOS ROUBADOS OU FURTADOS DO VEÍCULO EM ESTACIONAMENTOS: COMO FAZER?

Objetos roubados do veículo em estacionamentos: o que fazer?

Estacionamentos terão, ao contrário do que muitos acreditam, responsabilidade sobre furtos ou avarias que possam ocorrer nos veículos de seus clientes

Fonte: MeuAdvogado - Terça-feira, 17 de Julho de 2012

Com as condições cada vez melhores para o cidadão adquirir um veículo, automaticamente fica cada vez mais difícil estacionar o veículo em vias públicas, possibilitando aos estacionamentos particulares ou de shoppings, supermercados, etc., um faturamento cada vez maior.

Porém, ao deixar o carro em um estacionamento, são constantes as reclamações dos proprietários de que objetos deixados no interior dos veículos têm sumido, causando grande transtorno ao consumidor.

Quem conversou com o portal MeuAdvogado para esclarecer os detalhes desse polêmico tema, foi a Dra. Dhayglysth Vianna:

MeuAdvogado: Quais são as responsabilidades dos estacionamentos sobre objetos deixados no interior dos veículos?

Dra. Dhayglysth Vianna: A doutrina consumerista se dirige no sentido de que, via de regra, no estacionamento há um dever de vigilância e custódia sobre o veículo, bem como os objetos deixados no seu interior.

O entendimento do Superior Tribunal de Justiça consoante a Súmula nº 130, é no sentido de que "A empresa responde, perante o cliente, pela reparação de dano ou furto de veículo ocorridos em seu estacionamento".

A empresa tem o dever legal de reparar os danos materiais e inclusive os danos morais sofridos pelo consumidor, se comprovado o dano e o nexo de causalidade. Trata-se de responsabilidade objetiva, caso em que há a obrigação de indenizar não havendo a necessidade de o consumidor comprovar a culpa do estacionamento. (artigo 14 CDC)

O direito à indenização por danos materiais e morais encontra-se expressamente consagrado em nossa Carta Magna, como se vê pela leitura de seu artigo 5º, incisos V e X, os quais transcrevo:

"É assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem" (artigo 5º, inciso V, CF).

"São invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito à indenização pelo dano material ou moral, decorrente de sua violação" (artigo 5º, inciso X, CF).

É correto que, antes mesmo do direito à indenização material e moral ter sido erigido à categoria de garantia constitucional, já era previsto em nossa legislação infraconstitucional, bem como, reconhecido jurisprudencialmente. Com efeito, no direito privado, a responsabilidade civil, isto é, o dever de indenizar o dano alheio nasce do "ato ilícito", tendo-se como tal aquele fato do homem que contravém aos ditames da ordem jurídica e ofende direito alheio, causando lesão ao respectivo titular.

Palavras-chave: entrevista; roubo; veículo; estacionamento

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Camilo Barbosa

Professor universitário: Formação e carreira na docência
  • 1. Formação

    Graduado em Direito pela pela Universidade de Rio Verde (UniRV)

  • 2. Especialização

    Especialista em Direito Processual: Civil, Penal e do Trabalho pela Universidade de Rio Verde (UniRV)

  • 3. Coordenação

    Foi Coordenador do Curso de Direito do Instituto de Ensino Superior de Rio Verde - IESRIVER (Faculdade Objetivo)

  • 4. Docência

    Atualmente é Professor no Curso de Direito da Faculdade Almeida Rodrigues (FAR) e responsável pela divulgação dos cursos da Instituição de Ensino. Foi professor no curso de Direito da IESRIVER (Faculdade Objetivo) durante 15 (quinze) anos (2002/2017) e também professor na Faculdade Quirinópolis (FAQUI).

    800

    mais de 800 acadêmicos

    50

    Publicações, Congressos e eventos jurídicos

    324

    Orientações

    18

    Organizações de eventos e professor convidado

    Siga-me nas redes sociais

    Me envie sua mensagem

    Ou use os meios abaixo para entrar em contato

    • Rua Quinca Honório Leão, nº 1030 Setor Morada do Sol, CEP 75909-030 | Rio Verde, Goiás
    • +55 64 98105-4555
    • camilobarbosavieira@gmail.com
    • http://www.professorcamilobarbosa.com.br/

    Pages