Como o acadêmico de Direito pode se diferenciar da concorrência? Deixe sua opinião. Ela é muito importante.

Como o acadêmico de Direito pode se diferenciar da concorrência?

Por Rodrigo Bertozzi 
Com a inevitável explosão populacional de advogados, o grande questionamento é como vencer em uma profissão com milhares de concorrentes diretos surgindo a cada dia? Quem ainda não se preocupou com isso com a desculpa que é cedo demais já está perdendo a competição profissional. Que imagem você está transmitindo para as pessoas? Precisamos ser diferentes, vender conhecimento, ética e mais ética num mundo cada vez mais desonesto e cruel. A alienação virou uma necessidade social. Afinal, para que pensar?  Para que ser diferente, se podemos ficar em paz sendo igual a massa? Será isso que desejamos realmente? Creio que não, pois nossa sobrevivência depende cada vez mais da capacidade de nos comunicar. E, jamais poderemos esquecer que a carreira é o maior patrimônio de um prestador de serviços. A marca pessoal é o fruto do reconhecimento da família, mercado de trabalho, grupo social ou seja, precisamos nos fazer percebidos de forma positiva pelas pessoas. Sem isso, qualquer talento morre dentro de uma gaveta hermética e sem ar.

O que você está fazendo para mudar isso? Qual o seu projeto de futuro?

O seu marketing pessoal começa no primeiro ano de faculdade, pois será essa a imagem que será retida pelas pessoas que orbitam ao seu redor (colegas de trabalho, professores e amigos). Erra quem imagina que este período não define a personalidade profissional. Quem pode crer que um péssimo aluno, irá tornar-se um excelente advogado? Talvez no passado sim, mas na atualidade duvido muito, pois os processos seletivos estão rigorosos. Quanto pior o desempenho, mais remotas as chances na carreira. Um simples raciocínio cartesiano de lógica. O momento da ação é agora. Nada é seguro ou garantido. Se os escritórios jurídicos estão sofrendo para manter-se, o que dirá um jovem em início de carreira.

15 dicas práticas para a diferenciação:

· Organizar o tempo para tornar-se um autodidata;

· Pesquisar a tese de conclusão de curso com uma ambição maior, como se fosse escrever um livro significativo para o mercado e a sociedade. Após a defesa, tentar publicá-lo;

· Ser inovador na publicação de artigos, ou seja, explorar temas onde exista pouca discussão, buscar antecipar-se ao futuro;

· Manter uma boa rede de relações interpessoais;

· Concluir o curso com uma postura ética, potencial e interessada;

· Estudo de doutrina estrangeira;

· Escolher ser um especialista em ramos com menos profissionais atuando como em: societário, biodireito, direito de informática, direito internacional e direito desportivo;

· Desenvolver teses sobre os institutos apresentados pelo Novo Código Civil e a reformulação da velhas;

· Conhecimento de línguas;

· Estar atento aos projetos de leis para a criação de teses;

· Aprender os recursos multimídia para suas apresentações na faculdade ou mesmo de eventos;

· Desenvolver com afinco a escrita e a oratória (matéria-prima básica para um bom profissional);

· Desenvolver novas habilidades distintas da profissão, como por exemplo nas artes, pois a criatividade aliada ao conhecimento fazem a diferença na área jurídica;

· Montar um planejamento de longo prazo para a sua carreira, estabelecendo metas e prazos para a mesma;

· Mesmo fora da Universidade, manter a postura ética, pois muitas vezes seu comportamento fora da instituição é mais revelador que dentro da própria.

Marketing pessoal é expor-se diante das oportunidades, construindo uma marca durável que fica retida na mente das pessoas. Agindo de maneira inovadora e diferente você desenvolve a ponte para um futuro mais seguro. Aliás, já não estava na hora de haver uma cadeira de administração dentro do curso de Direito?

Dedique-se ao estudo do que realmente gosta, e não, do que efetivamente dá lucro, pois o lucro normalmente vem do que se ama fazer e estudar. Pensando assim e possuindo esta postura profissional mais agressiva, suas chances de destacar-se serão muito maiores. Conquistar um estágio em escritório reconhecido, proferir uma palestra, editar um livro, são ações que estarão agregando valor a sua imagem (marca pessoal). É o início de uma longa estrada que pode levar ao sucesso.
Boa caminhada!

Deixe sua opinião! Ela é muito importante

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Camilo Barbosa

Professor universitário: Formação e carreira na docência
  • 1. Formação

    Graduado em Direito pela pela Universidade de Rio Verde (UniRV)

  • 2. Especialização

    Especialista em Direito Processual: Civil, Penal e do Trabalho pela Universidade de Rio Verde (UniRV)

  • 3. Coordenação

    Foi Coordenador do Curso de Direito do Instituto de Ensino Superior de Rio Verde - IESRIVER (Faculdade Objetivo)

  • 4. Docência

    Atualmente é Professor no Curso de Direito da Faculdade Almeida Rodrigues (FAR) e responsável pela divulgação dos cursos da Instituição de Ensino. Foi professor no curso de Direito da IESRIVER (Faculdade Objetivo) durante 15 (quinze) anos (2002/2017) e também professor na Faculdade Quirinópolis (FAQUI).

    700

    mais de 700 acadêmicos

    50

    Publicações, Congressos e eventos jurídicos

    324

    Orientações

    18

    Organizações de eventos e professor convidado

    Siga-me nas redes sociais

    Me envie sua mensagem

    Ou use os meios abaixo para entrar em contato

    • Rua Quinca Honório Leão, nº 1030 Setor Morada do Sol, CEP 75909-030 | Rio Verde, Goiás
    • +55 64 98105-4555
    • camilobarbosavieira@gmail.com
    • http://www.professorcamilobarbosa.com.br/

    Pages